Início » Entenda o algoritmo do Instagram (e outras redes)
No fundo, uma serie de cálculos de um algoritmo e o logo da Instagram na frente.

Entenda o algoritmo do Instagram (e outras redes)

Deve ser culpa do algoritmo do Instagram! Provavelmente, você já ouviu ou até mesmo utilizou essa desculpa para justificar o pouco alcance das suas publicações, sem saber exatamente o que é um algoritmo. Será um robô ou uma pessoa decidindo o que terá mais exposição e o que será esquecido?

O que é um algoritmo?

Um algoritmo é um conjunto de instruções que um programador escreve para dizer à um computador o que fazer em determinadas situações. São linhas de código, pura programação.

Quando falamos de distribuição de conteúdo no caso das redes sociais, os algoritmos são regras criadas para definir quais posts serão entregues para quais usuários e em que momento e ordem.

Um algoritmo é um conjunto de situações condicionais que deve ser analisado pelos computadores (na programação, são “ifs”). Ao término das instruções, a máquina tem instruções claras do que deve ser feito.

Assim que você abre o aplicativo, o algoritmo realiza uma série de cálculos e condições para definir qual conteúdo vai ser exibido pra você e em qual ordem.

A grosso modo, um algoritmo tem uma estrutura similar à essa:

  1. Se você deixou um like em uma foto do perfil XYZ, atribua 2 pontos para o perfil XYZ.
  2. Se você comentou em uma publicação do perfil XYZ, atribua 3 pontos ao perfil XYZ.
  3. Se você mandou um mensagem direta para o perfil XYZ, atribua 5 pontos ao perfil XYZ.
  4. Se você procurou no campo de busca por XYZ e foi diretamente ao perfil XYZ, atribua 10 pontos ao perfil XYZ.
  5. Se você assistiu até 50% dos stories do perfil XYZ, atribua 2 pontos ao perfil XYZ.
  6. Se você assistiu reels do perfil XYZ, atribua 1 ponto ao perfil XYZ.
  7. Se você assistiu os mesmos vídeos que o perfil XYZ assistiu, atribua 1 ponto ao perfil XYZ.

E assim por diante. Veja que as regras são praticamente infinitas. Quando a instrução acima é interpretada pela máquina, o perfil XYZ terá uma quantidade de “pontos”. Outros perfis passam pelo mesmo critério e também terão pontos.

O resultado, é uma lista em ordem de prioridade do perfil mais importante para você, dependendo das suas interações. Se você interagiu mais com o perfil XYZ, o Instagram vai te mostrar mais conteúdo do perfil XYZ – simples assim.

É claro que estas regras são muito mais complexas do que este exemplo. Há uma combinação muito grande de condições e ninguém tem acesso exatamente à esse conjunto de instruções criado por cada rede – esse código é propriedade intelectual de cada empresa.

Como funciona o Algoritmo do Instagram?

Antes de responder à essa pergunta, você precisa entender o objetivo das plataformas online, seja o Instagram, YouTube, Facebook ou outra o objetivo é único: reter a atenção dos usuários, entregando conteúdo que seja do interesse de cada um, garantindo a melhor experiência para cada usuário.

Há um motivo principal para isso, e é claro, é comercial: quanto mais confortável o usuário está na plataforma assistindo conteúdo do seu interesse, mais tempo ele vai navegar dentro do aplicativo e mais tempo o Instagram terá para exibir anúncios para cada usuário.

Quando falamos do algoritmo do Instagram, não estamos falando apenas de um único conjunto de instruções mas de uma séria de elementos que são analisados para definir o que será exibido. Cada pequena variação no seu comportamento se torna um “sinal” que vai ser analisado, é uma quantidade de dados muito grande que só é possível existir graças ao avanço da tecnologia e o aumento do poder de processamento das máquinas (isso está diretamente relacionado ao avanço do marketing digital!)

Temos algumas áreas específicas dentro do app, como Stories, Feed, Lives, Reels. Cada uma conta com um sistema próprio para definir qual conteúdo terá mais exposição e todas elas estão conectadas. Veja mais um exemplo de um algoritmo de atribuição de pontos baseado em lives:

  1. Se você assistiu 50% da ultima live do perfil XYZ, atribua 4 pontos ao perfil XYZ.
  2. Se você assistiu 75% da ultima live do perfil XYZ, atribua 7 pontos ao perfil XYZ.
  3. Se você assistiu 90% da ultima live do perfil XYZ, atribua 10 pontos ao perfil XYZ.

O que o algoritmo (ou conjunto de instruções) acima faz é analisar o quanto de tempo você passou assistindo à ultima live do perfil XYZ: se você assistiu a live até o final, este é um sinal de que você está muito interessado no perfil XYZ.

Algoritmo do Instagram para Reels

Os Reels ainda são a área que o Instagram provavelmente mais valoriza, já que é necessário uma quantidade muito grande de vídeos para manter os usuários “abastecidos” sem precisar repetir conteúdo, os Reels tem o maior alcance orgânico dentro da plataforma.

Abaixo você tem alguns sinais que o Instagram usa para analisar e ordenar o conteúdo. Há também algumas coisas para se evitar como utilizar vídeos em baixa resolução ou com marca d’agua – especialmente com logos de plataformas concorrentes.

Análise da sua atividade

O Instagram analisa os reels que você curtiu, comentou ou teve algum tipo de interação recente.

Seu relacionamento com o autor do Reel

É provável que você veja Reels de autores com os quais você nunca interagiu, mas se há algum histórico de interação, isso ajuda a determinar a importância de cada conteúdo.

Análise do Vídeo

O Instagram analisa elementos do vídeo em si, como a trilha sonora, popularidade e tenta também definir o conteúdo do vídeo baseado em frames e pixels.

Análise do autor do Reel

Dependendo da popularidade do autor do conteúdo, ele terá mais chances de aparecer, afinal, seu conteúdo é provavelmente mais interessante.

Algoritmo do Instagram para Feed e Stories

Ao longo dos anos e depois de analisar muitos dados, o Instagram já entendeu que as pessoas preferem ver stories e posts no feed que sejam de seus amigos mais próximos. Estes são os sinais definidos como “mais importantes”:

Informações sobre o post

Aqui, são analisados dados sobre o post em si como por exemplo: proporção de curtidas e total de exibições, comentários, compartilhamentos por direct, etc. Também são analisados outros dados como o horário da publicação, duração do vídeo (se for um vídeo) e o local adicionado ao conteúdo.

Análise do autor do conteúdo

Aqui o Instagram tenta determinar quão importante o autor daquele conteúdo é para você, analisando o total de interações que você tem com ele e a popularidade daquele conteúdo entre sua rede de amigos.

Análise da sua atividade

O objetivo é entender mais sobre o tipo de conteúdo no qual você está interessado. É sobre cachorros? Gatos? Carros? O Instagram vai analisar tudo o que você tem consumido nas últimas semanas.

Seu relacionamento com o autor do conteúdo

Quantas vezes vocês se falaram ou comentaram em posts um do outro? Aqui o Instagram tenta definir o seu interesse em outro usuário especificamente.

O algoritmo está sempre mudando

Lembre-se que o algoritmo leva em considerações milhares de micro-sinais para ranquear conteúdo – é impossível para o público conhecer todos eles.

É importante lembrar também que o algoritmo está sempre passando por mudanças com o objetivo de entregar a melhor experiência pro usuário e reter sua atenção.

Use o algoritmo a seu favor

Vou deixar aqui algumas dicas de como utilizar o algoritmo em seu benefício. Antes, tenha em mente que:

  • Ninguém sabe exatamente todas as variáveis que o Instagram utiliza para analisar conteúdo e perfis
  • A maioria das informações disponíveis abertamente é baseada em análise de dados em perfis e conclusões não verificadas pelo Instagram
  • Nunca pare de testar: trabalhar com marketing é uma ciência “humana” e não “exata” ou seja, é impossível definir um único caminho a ser seguido. Não existe fórmula garantida, mas existem processos que podem ser seguidos para aumentar sua chance de sucesso.

Como usar o algoritmo do Instagram a seu favor

  1. Produza conteúdo relevante

    Lembre-se que seu conteúdo deve ser interessante para sua audiência – isso aumenta a chances de interação e consequentemente, aumenta seu “score”. Ter uma linha editorial definida e conteúdo organizado vai te ajudar bastante.

  2. Seja conscistente

    Não passe dias inteiros sem postar. Uma “grade de conteúdo planejada” vai te ajudar a ter melhores resultados.

  3. Conheça sua audiência

    Entregue o que é de interesse do seu público, não o que é de interesse para você.

  4. Publique nos horários certos

    Uma das formas de analisar a qualidade de um post é identificar as interações nos primeiros minutos após a postagem. Bons conteúdos tendem a gerar engajamento imediato. Não adianta postar as 4 da manhã pois as chances de engajamento neste momento são baixas! Sempre analise seus post e a relação de horário e engajamento.

  5. Incentive comentários nas suas postagens

    Peça para que sua audiência comente em seus posts. Incentive discussões, pergunte sobre a opinião do seu público sobre determinado assuntos.

  6. Faça comentários em outros perfis

    Seja ativo na rede – participe de discussões, dê opiniões, incentive outros criadores de conteúdo. Tente sempre comentar abrindo um loop, de forma que force o autor daquele conteúdo à responder o seu comentário.

  7. Não demore para responder comentários e/ou directs

    Não ignore sua audiência. Participe e interaja em suas publicações sempre de forma clara e sem perder tempo.

  8. Cuidado com hashtags banidas

    Não exagere no uso de hashtags e procure saber se a hashtag que você quer usar já não é considerada “banida” pelo Instagram.

  9. Incentive os “salvamentos”

    Se você criou um conteúdo que pode ser utilizado mais tarde pela sua audiência, lembre-se de lembrá-los de salvar aquele material para ver mais tarde.

  10. Utiliza a caixinha de perguntas nos Stories

    Essa é uma excelente opção para gerar engajamento do seu público.

  11. Preencha a “Alt tag” dos seus posts

    Nas opções avançadas, esse é um campo que vai ajudar o Instagram a entender o seu conteúdo.

  12. Marque locais e pessoas em conteúdo relevante

    Essa é uma forma de ganhar mais exposição nas listagens de lugares e de fotos onde outras pessoas foram marcadas.

  13. Invista em Reels

    Os Reels tem a maior rotatividade e exposição além de maior probabilidade de serem compartilhados.

  14. Publique conteúdo compartilhável

    Infográficos e informações relevantes para sua audiência, pense em algo que eles queiram compartilhar.

  15. Opte por carrosséis ao invés de fotos simples

    Os carrosséis permitem conteúdo mais elaborados e também tem maior rotatividade no feed da sua audiência. Se alguém viu a primeira imagem e não interagiu, o Instagram vai tentar mostrar o mesmo carrossel novamente para aquela pessoa com uma foto diferente.

  16. Preste atenção às tendências

    Estes são “timed posts” que funcionam em momentos específicos. Um caso clássico é que algo exibido na TV tende a gerar maior procurar online.

  17. Aproveite a sazonalidade

    Este é um exemplo de timed posts, mas de forma ativa. Por exemplo, é clássico postar algo sobre copa do mundo de 4 em 4 anos. Aproveite também estes momentos para lançar produtos.

  18. Analise seus dados e continue testando

    Analise as estatísticas de cada post para entender o que esta funcionando melhor e replique a mesma estratégia – sempre teste novos conteúdos e formatos.

  19. Participe das novidades criadas pelo Instagram

    Seja com o lançamento de novas funcionalidades (como foi com os Reels) ou com a distribuição de figurinhas, utilize os recursos e participe de tendências do mercado.

  20. Recomende conteúdo

    Recomende filmes, séries e outros tipos de materiais para sua audiência. Há grande chance do público engajar na discussão com você e compartilhar experiências.

Por Lucas Riccieri

Trabalho com marketing há mais de 10 anos focado no desenvolvimento de marcas. Instagram|LinkedIn